Sexta, 20 de Maio de 2022
30°

Muitas nuvens

Recife - PE

Anúncio
Geral JÚRI POPULAR

Acusado de matar namorada e simular latrocinio em saída de show é julgado em Olinda

Polícia apontou que Jonata Verçosa de Lima matou a namorada, em 2016

05/04/2022 às 17h55
Por: Wilson Marinho
Compartilhe:
Foto: Reprodução WhatsApp
Foto: Reprodução WhatsApp

Começou nesta terça-feira (5), em Olinda, o júri popular do homem acusado de matar e fingir um assalto para esconder a morte de Caroline Marry de Oliveira, estudante de 24 anos assassinada em outubro de 2016 em frente à antiga Fábrica Tacaruna, no bairro de Salgadinho, em Olinda, quando saía de show.                                                                              O caso foi tratado, inicialmente, como latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Dois meses depois, a Polícia Civil concluiu que se tratava de um assassinato e prendeu Jonata Verçosa de Lima, que foi namorado da vítima. Segundo a investigação, ele não aceitava o fim do relacionamento.Cinco anos e quatro meses após ter sido preso, Jonata é réu pelos crime de homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, não dar chance de defesa à vítima, e feminicídio. O julgamento, iniciado por volta das 9h, acontece na Vara do Tribunal do Júri do Fórum de Olinda. A sessão plenária é presidida pela juíza Flávia Fabiane Nascimento Figueira.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários