Sábado, 20 de Julho de 2024
21°

Sol com algumas nuvens

Recife - PE

Anúncio
Polícia CHACINA NO BATALHÃO

VIDEO: Veja momento em que policial troca tiros com PM e impede uma chacina ainda maior no Batalhão do Recife

Veja exato momento da ação

24/12/2022 às 07h28 Atualizada em 25/12/2022 às 12h29
Por: Wilson Marinho
Compartilhe:
VIDEO: Veja momento em que policial troca tiros com PM e impede uma chacina ainda maior no Batalhão do Recife

Vídeo que circula nas redes sociais mostra imagens do momento seguinte a execução do Tenente Souza e da Major Aline dentro do Batalhão no Pina mostram a reação de um policial para tentar frear o ato criminoso do PM que entrou disposto a matar os colegas. Foi um ato heroico. O cabo não conseguiu atingir o soldado, mas, com a reação, Guilherme não conseguiu ir para P3 que é uma seção ao lado do monitoramento. Veja vídeo abaixo: Entenda o caso :                                                     Após matar a esposa grávida, PM atirou contra quatro colegas. Guilherme Barros não teria aceitado o recente fim do relacionamento. O PM enviou um áudio para a mãe após cometer os crimes

 

Um Policial Militar de Pernambuco matou a esposa grávida de 3 meses nesta terça-feira (20) antes de invadir um batalhão da polícia e atirar contra colegas de profissão. Guilherme Barros, 27, tirou a própria vida em seguida.

 

Claudia Gleice da Silva, esposa do PM, foi atingida por sete disparos de arma de fogo no município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. A mulher de 33 anos foi levada por parentes para o hospital, mas não resistiu aos ferimentosApós matar a própria esposa grávida, Guilherme seguiu de carro para a sede do 19º BPM, na Zona Sul do Recife, onde entrou atirando na sala de monitoramento, atingindo quatro PMs, que foram socorridos para unidades da região.

 

Na noite desta terça-feira foi confirmada a morte da major Aline Maria Lopes, 42, que estava internada na UTI do Hospital Português. Ela passou por cirurgia, mas não resistiu e faleceu. Aline deixa uma filha de cinco anos.O ataque a tiros ainda tirou a vida do tenente da PM, Wagner Souza. Paulo Rebelo, cabo da PM, foi ferido no ombro e encontra-se internado para avaliação médica. Já o sargento da PM, Maurino Uchoa, foi atendido e recebeu alta médica.

 

Em nota, a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco informou que foi instaurado um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar os fatos ocorridos na sede do 19º BPM. “Já o feminicídio de Cláudia Gleice da Silva, 33, companheira do soldado, morta em sua residência, no Cabo de Santo Agostinho, está sendo investigado pela 14ª Delegacia de Polícia de Homicídios da PCPE”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários